Últimas em "BIOGRAFIAS (Cantores/Bandas)"




Dia Mundial do Rock: relembre 10 cantoras pop que já flertaram com o gênero

Qual das artistas pop se saiu melhor no rock?

Gaga, Rihanna, Britney e P!nk: divas pop também têm seus momentos “rock and roll” (Foto: Reprodução de internet)

O rock and roll, enquanto estilo musical, nasceu no fim da década de 1940. Mas, curiosamente, ganhou um dia especial para chamar de seu apenas no dia 13 de julho de 1985. Pois há 35 anos era realizado o mega festival beneficente Live Aid, com concertos simultâneos em Londres e na Filadélfia, com o intuito de ajudar a erradicar a fome na Etiópia. Desde então instituiu-se o Dia Mundial do Rock. Por isso.

Beyoncé

Verdade seja dita, poucas vezes vimos Beyoncé se arriscar no rock and roll. Talvez a lembrança que venha à mente seja a grande performance de “Proud Mary” ao lado de Tina Turner no Grammy de 2008. Mas três anos antes, na mesma premiação, Prince fez questão de trabalhar com a cantora, que naquele momento dava os primeiros passos na carreira solo. Juntos cantaram um medley de sucessos que incluía “Purple Rain” e trecho de “Crazy In Love”. Ao fim da performance, um Prince empolgadíssimo dispara: “Não nos odeie porque somos fabulosos“.

Britney Spears

Na virada dos anos 2000, Britney Spears estava no topo do mundo. O primeiro VMA do novo milênio trouxe uma performance bombástica de “(I Can’t Get No) Satisfaction”, onde a cantora se “despia” enquanto cantava o hit máximo dos Rolling Stones. Pouco depois, Britney gravaria um de seus clipes mais sexies para “I Love Rock ‘N’ Roll”, clássico eternizado por Joan Jett & The Heartbreakers. E no SuperBowl de 2001, a Princesa do Pop se juntou ao Aerosmith para uma nova versão de “Walk This Way”.

Christina Aguilera

Ainda no VMA de 2000, Fred Durst, vocalista do Limp Bizkit, subiu rapidamente ao palco durante uma performance de Christina Aguilera. À época, a imprensa especulava sobre um possível affair entre os dois. E nesta época, a cantora já trabalhava na canção “Fighter”, que nasceu inspirada por “November Rain”, clássico do Guns N’ Roses. A música seria lançada posteriormente no álbum Stripped (2002) e foi apresentada ao lado do guitarrista Dave Navarro (Jane’s Addiction e ex-Red Hot Chili Peppers) no VMA de 2003.

Fergie

Fergie firmou amizade com ninguém menos que Slash, o lendário guitarrista do Guns N’ Roses, e gravou os vocais de “Beautiful Dangerous”. No clipe, deu vida a uma groupie fanática pelo músico. Além de Fergie participar diversas vezes dos shows de Slash, o próprio devolveu a gentileza ao participar da apresentação do Black Eyed Peas no SuperBowl de 2011. Mas selecionamos uma performance histórica que reuniu nada menos que o U2 e Mick Jagger. O duelo de vocais entre Fergie e o vocalista dos Rolling Stones no clássico “Gimme Shelter” é incrível.

Gwen Stefani

É provável que os mais jovens pensem em Gwen Stefani e lembrem de hits como “Hollaback Girl” e “Rich Girl”. Mas a cantora tem raízes no punk rock com a banda No Doubt, que fez muito sucesso na segunda metade dos anos 1990. Quem viveu a época provavelmente chorou ouvindo baladas atemporais como “Don’t Speak”. Durante o iHeartRadio Music Festival 2012, a cantora convidou P!nk para a performance de “Just A Girl”. Sempre é lindo de ver duas cantoras com estilo e atitude juntas.

Lady Gaga

Com Lady Gaga não tem essa de flertar: ela se joga no rock com força. Uma das estrelas mais versáteis do nosso tempo nos entregou performances memoráveis como “Yoü And I” ao lado de Brian May, guitarrista do Queen, no VMA de 2011. Como não lembrar das parcerias com Elton John e do clipe de “Perfect Illusion” ao lado de Kevin Parker (Tame Impala) e Mark Ronson? Mas tente assistir à apresentação de “Moth Into Flame” ao lado do Metallica no Grammy de 2017. É pra quebrar tudo na sala!

Miley Cyrus

Em determinado ponto da carreira, Miley Cyrus passou a ser vista como uma artista rebelde, com apresentações que deixaram muita gente de cabelo em pé. Mas paralelamente à discografia pop havia algumas investidas em outros estilos. Durante um dos episódios do programa Saturday Night Live At Home, neste período de pandemia, ela entregou uma bela releitura de “Wish You Were Here”, clássico do Pink Floyd. Mas as parcerias com o Flaming Lips e a incursão no rock psicodélico mostraram uma Miley Cyrus bem diferentona.

P!nk

Se existe uma artista pop com atitude rock and roll é a P!nk, que inclusive já ganhou um Grammy de Melhor Performance Vocal Feminina de Rock pelo single “Trouble”. Com vários recordes em número de shows na Austrália – somente a turnê The Truth About Love (2013) teve 18 deles na Rod Laver Arena, em Melbourne -, era natural que a cantora prestasse tributo a um grande nome da cena rock do país. Sim, P!nk já mandou “Highway To Hell”, do AC/DC, no palco. Contudo, ela surpreende ainda mais em uma lindíssima releitura de “Babe, I’m Gonna Leave You”, do Led Zeppelin. Nada de acrobacias por aqui. Só a emoção da canção.

Rihanna

Outra rockstar por essência é Rihanna. Até porque o estilo não é apenas musical, mas sim de vida. A cantora também já firmou parceria com Slash (olha ele aí novamente) no single “Rockstar 101”. No clipe, ela própria interpreta o guitarrista do Guns N’ Roses. Em um pré-evento do EMA de 2010, ela apareceu de surpresa no palco do Bon Jovi para um curioso dueto em “Livin’ On A Prayer”. Mas o maior rockstar na vida da estrela de Barbados foi o guitarrista Nuno Bettencourt (Extreme), que por anos foi integrante da banda de apoio da cantora. Sente o groove!

Shakira

A estrela colombiana surgiu nos anos 1990 acompanhada de seu violão em hits como “Estoy Aquí” e foi moldando sua carreira ao mercado internacional na virada dos anos 2000. Entretanto, nunca deixou de lado suas inspirações roqueiras. Em shows, já fez releitura de “Nothing Else Matters”, do Metallica, assim como se juntou ao time de técnicos do programa The Voice para uma versão bem roqueira de “Come Together, dos Beatles. Mas que tal a homenagem ao Aerosmith no programa MTV Icon?

Treta entre Madonna e Courtney Love no VMA 1995
O VMA já foi uma premiação mais democrática, onde artistas de pop, rock, r&b e hip hop conviviam harmoniosamente e disputavam os principais prêmios em pé de igualdade. Por isso mesmo era muito mais interessante, musicalmente falando. E a possibilidade de acontecer alguma confusão era grande (e nós amávamos, na verdade).

Um episódio clássico do embate pop x rock aconteceu no VMA de 1995. Enquanto Madonna concedia entrevista a Kurt Loder, eis que aparece uma (descontrolada) Courtney Love, que simplesmente invade o link ao vivo. Vale lembrar que naquela época, a vocalista e guitarrista do Hole havia ficado viúva de Kurt Cobain, líder do Nirvana, que suicidou-se no ano anterior.

O que vem em seguida é uma troca de “elogios” e shades impagáveis. Porque embora o pop e o rock possam conviver juntos, não significa que a paz esteja presente a todo instante, certo? Confira!



Deixe um comentário:

Comente com o Facebook:

Postagem Anterior Próxima Postagem


Últimas em "Estrelas Feat."



#TrendingTop Music





Últimas em "Pelas Redes"



Confira abaixo o que esta rolando nos sites MultiMidia Info: